Resenha: The Runaways

Essa resenha tá bem atrasada pq eu já assisti faz um tempo. Mas mesmo assim, tá valendo.

Depois de muuuuito esperar, finalmente consegui assistir ao filme “The Runaways”, que conta a trajetória da banda homônima que fez um enorme sucesso nos anos 70.

The Runaways

The Runaways

Eu tinha certeza que ia gostar do filme porque eu já gosto bastante da banda, mas eu me surpreendi muito positivamente. A direção é assinada por Floria Sigismondi, e ela fez um excelente trabalho. Trouxe para a tela a realidade completamente enlouquecida daquelas que na época eram adolescentes de 15 e 16 anos, e tiveram o mundo inteiro nas mãos. As principais personagens são as líderes da banda, Joan Jett (Kristen Stewart) e Cherie Currie (Dakota Fanning). As atrizes foram muito felizes em suas interpretações, e a surpresa ficou por conta da K. Stew, com quem eu tenho uma grande implicância. Implicância porque suas habilidades como atriz ainda não me convenceram por complete. Talvez por causa da Bella Swan, que é uma personagem medíocre, e acaba pedindo uma atuação medíocre, mas supreendentemente, neste filme a Kristen se sobressai bastante, e faz seu papel muito bem feito. Isso se deve, principalmente por causa da participação constante de Joan Jett nas filmagens. Segundo o que a imprensa publicou, a rock star exigia que as cenas fossem refilmadas caso não ficassem absolutamente perfeitas.

The Runaways

Vampire!! Oh, wait....

Com relação à atuação da Dakota Fanning, não tem muito o que dizer né? É chover no molhado. Na minha opinião, a Dakota é a melhor atriz da geração dela, seja lá qual geração for. Basta lembrar que a menina carregou um seriado inteiro nas costas quando tinha apenas 5 anos (Taken). Ela põe com facilidade todas as outras atrizes (inclusive a Kristen) no bolso. Sua Cherie foi perfeita,  elogio feito pela própria cantora.

.

Com cenas fortes, o filme foi taxado como Rated (18 anos) nos Estados Unidos. Cenas de sexo, drogas, palavrões e muito rock and roll deixou o falso moralismo da América muito chocado. Mas não tinha como ser diferente. O curto trajeto da banda foi marcado por drogas, escândalos, brigas e confusões, tudo sob o olhar ardiloso do produtor Kim Fowley (Michael Shannon).

.

Em resumo, pra quem não conhece a história da banda, é o seguinte: Joan é uma adolescente que sonha em ser rockstar. Conhece o produtor Fowley e a baterista Sandy numa boate. Ele curte o som das meninas e compra a ideia de formar uma banda. Ele conhece a Cherie, que é uma menina de família no melhor estilo rebelde sem causa. A apresenta para Joan, e já junto com as outras, montam a banda The Runaways. Fazem uma série de shows pelos Estados Unidos e acabam se tornando sucesso mundial. Porém o excesso de álcool e drogas além dos ardis criados por Fowley, causam o fim de banda cerca de 1 ano e meio depois de seu lançamento.

The Runaways

Filma eu, Galvão!

A polêmica (que não poderia faltar) fica com a cena de sexo entre as personagens de Kristen e Dakota. Fato que foi esgotado de todas as maneiras pela imprensa sensacionalista do mundo todo. A história foi contada 00 milhões de vezes pelas atrizes, que era apenas uma cena que tinha que ser gravada, pois foi um fato que ocorreu durante a história da banda e fez toda diferença no relacionamento das cantoras daí pra frente, e por isso não tinha como estar na história. Mas o que interessava era: “Então Dakota/Kristen, como foi beijar a Kristen/Dakota?”

Triste.

The Runaways

Vemnimim sua linda!

.

Em suma, se você curte um bom rock and roll e um filme biográfico muito bem feito, não pode perder essa! O filme estréia no Brasil dia 20/08.

Dá uma conferida no trailer:

.

The Runaways: Eu usei e recomendo muito!!!

Advertisements